1.29.2009

Um cochilo pra recarregar

People, estou postando aqui um vídeo que eu gravei ano passado.
Essa aí é a Kili, uma buldogue francesa que a gente comprou mas infelizmente ela ficou com a gente por menos de um mês - porque não tava se dando muito bem com as outras nenenzinhas da casa. O primeiro dia dela aqui em casa foi bem cansativo, tanto que ao anoitecer ela deitou no sofá e...
video

1.26.2009

Os poderosos chefões

É, segundo o que disse Dalai Lama, nós não podemos fazer nada sobre o ontém e nem sobre o amanhã. Mas eu não concordo totalmente com ele. Não.

Sobre o ontém, tudo bem, sabemos que não há nada que possa ser feito pra mudar o que já aconteceu, apesar de que o passado já foi futuro um dia e nós pudemos escolher o que fazer com ele.
Sim, somos nós que escolhemos o nosso caminho e eu acredito que nós controlamos nosso fim. Para aqueles que acreditam nessas coisas de destino, pode até ser que o final da história já esteja escrito quando nós nascemos, mas há inúmeros caminhos que podem nos conduzir até a linha de chegada [e outros que não], e nesses caminhos há sempre "ene" paradas, sejam eles feitos de pedras, de água, fogo, espinhos, pétalas de rosa ou algodão doce.

Eu não ousaria dizer que o futuro a Deus pertence. Primeiro porque eu acho "destino" muito abstrato e não combina com a cor dos meus olhos, e eu sou completamente contra a interferência de qualquer tipo de crença na minha vida. Segundo porque eu sei que o ser humano é lutador e não é de sua natureza se jogar no rio da vida e deixar a correnteza levar [exceto alguns molengas e desapegados]. E terceiro porque o futuro não pertence a ninguém além de nós mesmos e não podemos - nem devemos - deixar que nada interfira nas nossas vontades. Foi dessas vontades que surgiram decisões que, no passado foram importantes por nos transformar no que somos hoje e, no presente, são importantes por nos transformar no que seremos amanhã.

Não importa o caminho que eu escolha, eu sou e sempre serei a única dona do meu destino. E posso mudar ele todos os dias.